24 de junho de 2020

Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

O Agente Comunitário de Saúde (ACS), é o profissional responsável por ser o intermediador entre a comunidade e o Programa da Saúde da Família. O ACS surgiu no Brasil em 1991, com o propósito de melhorias nas condições da saúde do Nordeste Brasileiro, sendo oficializado em lei no ano de 2006 (Lei n.º 11.350).

Perfil do Agente Comunitário de Saúde (ACS)

Com um papel muito importante para a população, o ACS deve acolher e cuidar das famílias da microárea em que está inserido, como:

  • Mapear os domicílios;
  • Orientar as famílias quanto à utilização dos serviços de saúde disponíveis;
  • Desenvolver ações educativas com as famílias;
  • Manter a equipe informada sobre as famílias em situação de risco;
  • Acompanhamento através de visitas domiciliares;
  • Cadastramento de dados sociais;
  • Prevenção e proteção da saúde;
  • Perspectiva e levantamento de dados da microárea;
  • Acompanhamento em atividades relacionadas à área de saúde e social da população, entre outras funções.

Para a presidente da Associação de Agentes de Saúde do Pacoti no Ceará, Maria Lurdes Frazão, o agente é sinônimo de confiança dentro das casas que visita. “As pessoas criam aquele carinho por nós. Tiram dúvidas e confiam muito no nosso trabalho”, diz.

Como mediador entre a população e a Unidade Básica de Saúde (UBS), é essencial que o agente saiba trabalhar em equipe, tenha empatia, cuidado, confiança, pois o seu trabalho irá criar um elo entre famílias e a saúde pública.

Melhoria na Saúde da População

“O trabalho dos agentes em realizar visitas, casa a casa, é de extrema importância para o Ministério da Saúde, pois é por meio da visita domiciliar que nós, enquanto Governo, conseguimos um retrato epidemiológico do que está ocorrendo no país. Com esse trabalho é que identificamos quais são as áreas de risco, quais são as áreas de maior probabilidade de transmissão de doenças e quais a melhores ações a serem tomadas”, conta Divino Valério Martins, coordenador geral dos Programas Nacionais de Controle e Prevenção da Malária e das Doenças Transmitidas pelo Aedes do Ministério da Saúde. 

O agente de saúde tem como função promover o elo entre a comunidade e aproximá-la do serviço local de saúde. Com sua atuação no município, prevê o fortalecimento ao acesso aos serviços de saúde. Desta forma, o Agente Comunitário de Saúde torna-se a “alma” do Programa da Saúde da Família, pois é através de seu trabalho que as Unidades Básicas de Saúde encontram alternativas e estratégias para melhorar a qualidade de vida da população.

O módulo de saúde da Elotech foi elaborado, especialmente, para gerenciar toda a área de saúde de um município, incluindo prontuário eletrônico, exames ambulatórios, hospitais públicos e municipais. Integração com os programas federais  E-SUS, BPA e HORUS. Permite também controle de unidades e pronto atendimento, farmácia básica ou especial atendendo a portaria 271 do Ministério da Saúde, central de regulação para quotas de atendimento, almoxarifado completo com controle de materiais e prontuário odontológico eletrônico.

Por isso, a Elotech inova sempre, para que seus clientes tenham um novo jeito de governar, melhorando e simplificando o atendimento da saúde nos municípios.

Ulisses Filho
Atendimento ao Cliente na Elotech

Comentários facebook

Gostou desta notícia? Imagine receber com exclusividade todas as nossas novidades? Conte com a gente e fique por dentro de tudo que fazemos de melhor!
Fique tranquilo, não compartilharemos seu e-mail e também odiamos spam.